Portal Filmes que voam disponibiliza recursos de audiodescrição e LIBRAS

abc
Um site em que você pode assistir ou baixar filmes gratuitamente e, o melhor, com o recurso de audiodescrição ou Libras: este é o portal “Filmes que voam”, um espaço para cinema gratuito na web, com ênfase no público infantil, com deficiências visual e auditiva e na exibição de filmes escolares.
Os filmes exibidos no canal “Muito Especial” do site incluem a audiodescrição produzida pela Fundação Dorina.
O projeto, patrocinado pela Fundação Telefônica/Vivo, visa disseminar o acesso ao cinema e à educação via internet, por meio de um modelo ético de negócios: todo o acervo pode ser visto e baixado gratuitamente, e os realizadores das obras são remunerados pelo direito de exibição.
A página http://filmesquevoam.com.br/especial.php foi desenvolvida exclusivamente para a navegação de pessoas com deficiência visual.
Mais informações pelo e-mail contato@filmesquevoam.com.br

Projeto Cinemas em Rede exibe o filme Menos que nada nesta terça-feira (12/11) na Sala de Arte Cinema da UFBA

Centro Acadêmico Vladimir Herzog

A sessão que tem entrada gratuita acontecerá as 19 horas  Saladearte Cinema da UFBA e contará com o recurso de audiodescrição.

menos-que-nada1

O Projeto Cinemas em Rede exibe, gratuitamente, o filme Menos que nada, no próximo dia 12/11, às 19h, na Saladearte Cinema da UFBA.  O filme tem direção de Carlos Gerbase e conta com audiodescrição. O Projeto é uma parceria entre os Ministérios da Cultura (MinC) e de Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI), com a Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP).

Uma das possibilidades do projeto é compartilhar conteúdos, mostras e ciclos em tempo real, entre esses pontos de cinema. A trama do filme gira em torno do tratamento de um deficiente mental internado há dez anos num hospital psiquiátrico, onde foi esquecido pela família, pelos amigos e pela sociedade. 

filme-1menosquenada

Veja o trailer: 

Pela primeira vez no Brasil, salas de cinema não comerciais exibem filmes e curtas por meio da internet de…

Ver o post original 106 mais palavras

CineFacom realiza XI Mostra de Estudantes da Ufba

Add your thoughts here… (optional)

CINEFACOM

Em sua XI edição, o Cinefacom apresenta curtas metragens de ficção na noite de quarta (13), às 19 horas, no auditório da FACOM

 

O CineFacom – Mostra Audiovisual dos Estudantes da UFBA – promove, na próxima quarta-feira (13), uma mostra com seis curtas-metragens ficcionais realizados por estudantes do curso de Produção Cultural e do Bacharelado Interdisciplinar em Artes. Marcada para as 19 horas, a sessão acontecerá no auditório da Faculdade de Comunicação (Facom) da Universidade Federal da Bahia (UFBa). Logo após a exibição, a professora de Cinema e Audiovisual da Universidade Federal do Recôncavo (UFRB), Angelita Bogado, mediará um bate-papo com os diretores dos filmes.

Projeto

 O CineFacom é um evento quinzenal, promovido pelo Centro Acadêmico Vladimir Herzog (CAFacom-UFBa), com o objetivo de fomentar a produção audiovisual dos estudantes e o debate sobre a linguagem audiovisual acadêmica e nacional, em especial a baiana. A cada mês é realizado duas edições…

Ver o post original 387 mais palavras

Noivos cegos ‘enxergam’ casamento por meio da audiodescrição

“A noiva usa um vestido branco tomara que caia de renda com brilho. O busto é rebordado e o decote é todo contornado com strass. Ela segura um buquê de rosas vermelhas, delicadamente ilustrado com pequenos cristais. O noivo está sorridente. Ansioso pela chegada da noiva, Rafael anda de um lado para o outro. Roberta, agora, vai caminhando lentamente pelo tapete vermelho em direção ao altar. Ela está sorrindo. Rafael, à frente, não consegue conter sua emoção”.

Assim, a audiodescritora Livia Motta narrou o casamento de Roberta Fernandes, 37, e Rafael Maurício da Silva, 38 no último dia 23 de junho, em Osasco (Grande São Paulo).

Os dois são cegos. Rafael perdeu a visão em 2001 por causa de um descolamento na retina. Roberta ficou cega em decorrência do diabetes, em 2008.

Além deles, outras 24 pessoas com deficiência visual tiveram a oportunidade de “enxergar” a cerimônia por meio de um fone de ouvido. O equipamento móvel é semelhante ao usado por tradutores simultâneos.

Assim que os convidados cegos ou com baixa visão chegavam, Livia oferecia o recurso.

“Quero sim, com direito a tudo”, brincou Milton Pereira na entrada do buffet. “Em todas as festas minha esposa diz que as mulheres são feias. Hoje vou ver se é verdade”, riu.

Esse foi o terceiro casamento narrado por Lívia. A profissional diz não cobrar por esse serviço. Ela também já descreveu peças teatrais, shows, óperas, espetáculos de dança e eventos sociais como missas, chá de bebê e até um parto.

Em janeiro de 2014 vai narrar outro casamento. Dessa vez, em Salvador (BA).

Descrever elementos visuais não melhora somente a compreensão de cegos. “A audiodescrição também pode ser voltada a idosos, pessoas com deficiência intelectual, analfabetos, autistas e pessoas com déficit de atenção”, explica Lívia.

“Ela emprestou os olhos dela pra gente”, afirmou o noivo –ainda bastante emocionado, após o término da cerimônia.

“Além das roupas, a Lívia narrava a fisionomia de cada um. Saber que as pessoas estavam sorrindo foi marcante”, lembra a noiva.

“Isso é inclusão. É estar em um ambiente e saber o que ocorre nele”, disse João Batista da Silva, um dos padrinhos. “Quantas vezes fiquei no canto do salão, esquecido. Nem o garçom liga para você”, lembra Silva em tom de brincadeira.

TURISMO ADAPTADO

O momento do beijo, após a aceitação do promessa de casamento, é narrada para todos os convidados através da audiodescriçãoO momento do beijo, após a aceitação do promessa de casamento, é narrado para todos os convidados através da audiodescrição

“A noiva usa um vestido branco tomara que caia de renda com brilho. O busto é rebordado e o decote é todo contornado com strass. Ela segura um buquê de rosas vermelhas, delicadamente ilustrado com pequenos cristais. O noivo está sorridente. Ansioso pela chegada da noiva, Rafael anda de um lado para o outro. Roberta, agora, vai caminhando lentamente pelo tapete vermelho em direção ao altar. Ela está sorrindo. Rafael, à frente, não consegue conter sua emoção”.

Assim, a audiodescritora Livia Motta narrou o casamento de Roberta Fernandes, 37, e Rafael Maurício da Silva, 38 no último dia 23 de junho, em Osasco (Grande São Paulo).

Os dois são cegos. Rafael perdeu a visão em 2001 por causa de um descolamento na retina. Roberta ficou cega em decorrência do diabetes…

Ver o post original 434 mais palavras

Grupo Dançando com a Diferença. Arte Inclusiva quebrando conceitos preconceituosos.

Grupo Dançando com a Diferença. Arte Inclusiva quebrando conceitos preconceituosos..

Deficiências não são empecilhos para que crianças pratiquem esporte

TURISMO ADAPTADO

Aos 8 anos, Jade Oliveira faz aulas de natação, badminton e dança. interação socialAos 8 anos, Jade Oliveira faz aulas de natação, badminton e dança: interação social

Se o bom de ser criança é poder brincar à vontade, Jade Lanai Oliveira, de 8 anos, não perde tempo parada. A paraplegia, motivada por uma má formação na coluna, não a impede de curtir a infância cercada por amigos. Para a mãe Zaíra de Oliveira, o principal aliado da filha é o esporte. “Ela sempre esteve inserida em grupos de natação, tênis e nas atividades da escola. O esporte promove um ambiente de grupo que colabora para a inserção social”, diz.

Com uma rotina agitada, de segunda a sábado, Jade intercala aulas de natação, badminton e dança. Pode-se pensar que o número de atividades seja excessivo para uma criança, no entanto, para pessoas que se locomovem com cadeira de rodas, o exercício físico colabora para o melhor funcionamento do trato intestinal e aumenta a resistência…

Ver o post original 474 mais palavras

CineFacom em Edição Especial na Semana do Calouro!

Centro Acadêmico Vladimir Herzog

O Centro Acadêmico organizou uma Edição Especial do CineFacom – Mostra Audiovisual dos Estudantes da UFBA – para acontecer na programação da Semana do Calouro, dia 15/05, às 18 horas, no auditório da Facom.  

A mostra será com vídeos de estudantes da Facom, que produziram seus trabalhos nas disciplinas COM 112- Oficina de Comunicação Audiovisual e COM 323 -Narrativas Audiovisuais. Alguns estudantes produziram vídeos para outras disciplinas da Facom, de modo que se sintam à vontade em se inscrever, para mostrar seu trabalho.

Gostaria de participar?

O prazo para inscrição é até dia 30/04/2013, para termos tempo de fazermos a divulgação com a lista de filmes e releases.

 
Inscreva seu vídeo aqui
Convite cinefacom

Ver o post original

CineFacom em Edição Especial na Semana do Calouro!

CineFacom em Edição Especial na Semana do Calouro!.

Audiência pública debate acessibilidade em pontos turísticos de Salvador

A acessibilidade urbanística, arquitetônica e de serviços, principalmente nas áreas turísticas da cidade, foi discutida no dia 19 de julho, no Centro Cultural da Câmara Municipal de Salvador. O evento contou com a participação de representantes de entidades civis e de órgãos públicos, que falaram sobre as necessidades das pessoas com deficiência, além das ações e projetos para melhorar a acessibilidade dos moradores e turistas que visitarão a capital baiana, com destaque para o período da Copa do Mundo de 2014.

 Durante a audiência, os legados que vão ser deixados depois da Copa, em especial no que diz respeito à acessibilidade, foram tratados pelas autoridades que enfatizaram também a importância da melhoria da infraestrutura da cidade, a exemplo de portos, aeroportos e rodoviárias e da prestação de serviços.

Esperamos que esse seja um dos maiores legados da Copa, acessibilidade urbanística, arquitetônica e de comunicação dentre outras melhorias, comentou a diretora de Acessibilidade e Políticas Públicas da Secretária da Justiça, Cidadania e Direitos Humanos (SJCDH), Marília Cavalcante.

As ações implementadas na melhoria dos pontos turísticos de Salvador e dos principais destinos baianos, e a qualificação do receptivo foram expostas por Cássia Magalhães, superintendente de Serviços Turísticos da Secretaria de Turismo do Estado (Setur). Estamos trabalhando a acessibilidade em todas as nossas obras e em nossas capacitações, a exemplo da obra em São Joaquim, afirmou Magalhães.

Outro projeto que vem ganhando bastante destaque é o dos Guias e Monitores do Carnaval, que atuam no receptivo turístico em aeroportos, portos, rodoviária, ferry-boat e no circuito da folia. No Carnaval 2012, 15 profissionais realizaram atendimento na Língua Brasileira de Sinais (Libras) e um cadeirante atendeu a baianos e turistas para falar da acessibilidade nos circuitos da festa e na cidade como um todo.

A audiência pública contou também com a participação de representantes da Empresa Salvador Turismo (Saltur), Secretaria Estadual para Assuntos da Copa do Mundo da FIFA Brasil 2014 (Secopa), Ministério Público, Câmara Municipal e da militante de pessoas com deficiência, Mariza Melo.

Fonte: Secretaria do Turismo.

Papo Solar: Acessibilidade no Espaço da Cena

Acessibilidade no Espaço da Cena

O tema será debatido na programação de aniversário do Cine Teatro Solar Boa Vista

No Brasil, de acordo com o Censo (IBGE, 2010), vivem cerca de 45 milhões de pessoas com algum tipo de deficiência, dos quais 18,8% dos brasileiros têm dificuldade para enxergar ou são cegos em absoluto, 5% são deficientes auditivos, 7% possuem deficiência motora e 1,4% possuem deficiência mental. E quanto mais velha vai ficando a população do país, maiores serão estas porcentagens.

As pessoas com deficiência passaram a ter espaço social mais efetivo a partir dos anos 1990, quando surgiram leis de acessibilidade e reserva de vagas no mercado de trabalho. Contudo, existe uma grande carência no que tange ao acesso desses brasileiros à cultura, ao mercado de trabalho e ao consumo.

É com o objetivo de sensibilizar, debater e propor algumas possibilidades para diluir essas barreiras atitudinais e arquitetônicas que o Cine-Teatro Solar Boa Vista e o Projeto Perspectivas em Movimento realizam na próxima segunda-feira dia 16/07 às 15 horas o Papo Solar: Acessibilidade no Espaço da Cena.

A programação constará de dois momentos: o primeiro com uma mesa, seguida de debates, envolvendo os seguintes temas: Acessibilidade Atitudinal, Acessibilidade Comunicacional, Acessibilidade Arquitetônica e Políticas Públicas para artistas com deficiência. E a segunda parte do evento será recheado de experiências de artistas e diretores que criam e produzem cultura nessa área.

Serviço

O que: Papo Solar – Acessibilidade no Espaço da Cena

Quando: 16/07/2012 as 15 horas

Onde: Cine Teatro Solar Boa Vista (Brotas)

Maiores informações:

(71) 3357.1824 / 8744.2378 / 8104.8884 – Ninfa Cunha

(71) 3395.4251 / 8773.4182 – Antônio Pereira

E-mail: perspectivasemmovimento@gmail.com

O Teatro Solar Boa Vista está fazendo aniversário, acompanhe a programação dos eventos comemorativos no Blog do Solar.

%d blogueiros gostam disto: